Dica de filme: Aniquilação

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Dica de filme: Aniquilação

Sinopse

Depois que seu marido desaparece em uma missão secreta, a bióloga Lena embarca numa expedição a uma misteriosa região interditada pelo governo dos EUA.


Ficha Técnica

Título original: Annihilation
Data de lançamento: 12 de março de 2018 na Netflix
Duração: 115 min
Direção: Alex Garland
Elenco: Natalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Gina Rodriguez, etc..
Gêneros: Ficção científica, Terror
Nacionalidade EUA
Classificação indicativa: 16 anos


Curiosidades

- O filme é baseado no livro Aniquilação, primeiro da trilogia Comando Sul - publicada no Brasil pela editora Intrínseca;

- Alex Garland fez sua estreia como diretor no final de 2014, com a ótima ficção Ex_Machina: Instinto Artificial, que lhe rendeu o Oscar de Melhores Efeitos Especiais;

- Em Aniquilação foram US$ 40 milhões de orçamento, contra US$ 15 milhões de Ex_Machina;

- Produzido pela Paramount, o péssimo resultado de A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell nas bilheterias fez com que o estúdio tivesse receio em lançar Aniquilação nos cinemas. O que desagradou o diretor, pois o longa foi idealizado para a telona, contando com tomadas amplas e muitos efeitos especiais;

- Foi comprado pela Netflix e chegou ao Brasil dia 12 de março de 2018, com o selo de produto original Netflix;

- Embora a história do filme se passe na Flórida nos EUA, as filmagens aconteceram na Inglaterra.


Crítica

O melhor terror da Netflix tem tudo para virar clássico


Após assistir alguns filmes muito bons da Netflix como A Babá e Jogo Perigoso e outros péssimos como Vende-se Essa Casa. Me deparei agora com o que considerado o melhor terror já feito pela plataforma de streaming.

Um meteoro caiu em um farol na Flórida, no Sul dos Estados Unidos, a partir disso um brilho se formou modificando o DNA dos animais e das plantas ao ser redor formando uma espécie de floresta psicodélica que ameaça tomar conta do mundo, um grupo de pesquisadoras embarca em uma missão suicida para tentar resgatar a expedição anterior que voltou com apenas um sobrevivente (que não se lembra o que aconteceu) e tentar chegar ao farol para poder conhecer como surgiu a causa do problema, que se expande com um câncer modificando a humanidade.

Com uma fotografia belíssima o filme é repleto de cenários de cair o queixo, como árvores feitas de cristais de gelo, diversos tipos de animais exóticos, plantas,etc..., porém da mesma forma em que a natureza mostrada na obra é belíssima, consegue ser ao mesmo tempo deveras assustadora, destaque para aquele animal que é uma espécie de mistura de urso com javali, ao matar suas vítimas ele se funde ao DNA das mesmas, sendo capaz de produzir sons assustadores usando as vozes das suas vítimas.

As atuações estão excelente e os personagens são imprescindíveis para o desenvolvimento do filme, ao contrário do fraco terror Predadores que também tem a temática de expedição em floresta alienígena, aqui nenhum personagem aparece apenas para fazer peso, todos aqui tem uma história de vida e somos apresentados aos seus problemas e dilemas, cada personagem tem a sua própria maneira de lidar com os problemas, nada parece genérico.

A obra é muito bem elaborada, tendo um sentido metafórico muito bem construído que pode ser relacionado com uma reflexão sobre depressão e a tendência que os seres humanos tem para a autodestruição, o suicídio surge como um motivador para as personagens terem concordado com a missão suicida, a obra coloca seus conceitos científicos ficcionais como perfeitamente palpáveis, isso acaba mergulhando o público ainda mais na trama, tudo parece ser perfeitamente plausível, nada é gratuito e está ali apenas para apenas encher linguiça igual os filmes blockbuster que fazem sucesso nos cinemas.

O final é passível de várias interpretações diferentes e é um dos mais criativos e inteligentes que já vi em filmes. O fato é que gostando ou não do mesmo é impossível ele passar despercebido, todos os temas e interpretações trazidos pela obra vão ficar martelando durante dias em sua mente, e esse era para ser o sentido da sétima arte, não é mesmo?

Aniquilação tem tudo para virar clássico e apresenta um terror cósmico digno de Lovecraft. Talvez o único erro foi terem feito um filme e não um seriado, pois aqui teria conteúdo para transformar Stranger Things em brincadeira de criança.

Cotação: ***** (Excelente)


Trailer


Um comentário:

Ana Costa disse...

É dos melhores do seu gênero. Adoro os filmes de ficção cientifica, são muito emocionantes! Li que iam lançar o filme Fahrenheit 451, e o tema não me interessou, mas um dia vi um trailer e fiquei intrigada. Além, ouvi dizer que o filme é baseado em um livro, nunca tinha escutado dele, mas li uma resenha e me chamou a atenção. Também tem um ótimo elenco, como Michael Shannon e Michael B. Jordan. Acho que será um dos melhores filmes lançamentos espero muito do filme, espero que seja umas das melhores adaptações para ver, não posso esperar para vê-la. Acho que é uma boa idéia fazer este tipo de adaptações cinematográficas.